(f)estivais 3: capuchos em reanimação
appa writes on 05.Jul.05 at 19h51
convento dos capuchos almada

Um Festival que já não é, ou melhor que não era até recentemente, mas que parece querer rescussitar é o dos Capuchos. Um Festival que o falecido Adelino Tacanho organizou entre 1981 e 2001.

Este é um ano de balanceamento para outros vôos. Para o festival resgatar do olvídio o seu património e voltar a fazer soar nos belos espaços dos Capuchos, e da Arrábida a boa música.

Tanto quanto julgo saber este ano a coisa surgiu algo impromptu. Faltou o tempo necessário para construir uma programação mais ambiciosa. Faltou também o $. Adereço indispensável para uma programação mais à Capuchos.
(f)estivais 2
appa writes on 03.Jul.05 at 19h15
interior basilica de mafra

Volto ao tema dos festivais. Vou falar do Festival Internacional de Música de Espinho. É um festival que já dobrou a casa dos 30, este ano é a 31ª edição. Parece-me haver uma óbvia vontade de evitar os lugares comuns e o cinzentismo que aflige outros festivais por aí. Nem mesmo os rios de $ que se precipitam em cima compensa a falta de imaginação e as teias de aracnídeo que vão na cabeça de alguns dos directores artísticos. Será a senilidade? Será a preguiça? Será uma simpática mistura das duas? Adiante.
são carlos 2005-2006: "sou português, fui enganado..."
appa writes on 26.Jun.05 at 12h54
sao carlos theatre

A passada semana, com grande pompa foi anunciada a temporada 2005-2006 do Teatro São Carlos. Desenganaram-se os ingénuos que esperariam algo de diferente. Mais do mesmo, aliás outra coisa não seria de esperar do cinzentismo programático e da falta de ideias do Dr. Pinamonti.

Aproveito para dar parte da minha estupefacção, ou talvez nem por isso estupefacto, perante as loas que unanimemente se cantam por aí a bandeiras despregadas, no que ao labor do Dr. Pinamonti diz respeito. Desconheço pessoalmente o dito, e desinteressa-me fazer deste escrito um ataque pessoal do sobredito. Sirvo-me dele como um foco sobre o qual incide o meu discorrer. Ele é apenas um demasiado fácil alvo para que eu na minha preguiça cogitativa outra coisa não possa fazer do que dele me servir. Adiante.
(f)estivais
appa writes on 26.May.05 at 21h39
festival ile de france

O Estio aprochega-se a largos passos e com ele os Festivais de Música. Vou deixar de fora os Festivais do Malte Levedado e Similares, pois que eles têm toda a publicidade que precisam e mais alguma. Ou não houvesse o supremo interesse de regar bem as pândegas com o dito líquido. Têm que se pagar a eles próprios. Se sai $, tem que entrar mais $. A canalha gananciosa não brinca em serviço.

Vou discorrer um pouco sobre dois Festivais. O Festival de Música da Póvoa e o do Estoril. Vou proposidamente ignorar o Festival de Sintra. Porque dança à parte é um festival enredado em fios de aracnídeo. Tédio, tédio e enfado. Tanto se me dá como se me deu se tem a já vetusta Marta Argerich a abrilhantar a ocasião. O director artístico da parte de Música do Festival é alguém de topo no Serviço de Música da Gulbenkian, que é uma instituição cuja programação prima pelo bolor nas suas escolhas. Provavelmente no afã de conseguir levar as turbas geriátricas a precipitarem-se sobre os locais do concerto, resolve aplicar a mesma receita neste festival que aplica ali para os lados da Av. de Berna. Não resisto a citar alguns dos sound bytes que o director nos oferece numa epístola afixada no site da edilidade Sintrense:
a ouvir: le elóge du savoir — nietzsche & o som calculado
appa writes on 26.May.05 at 18h47
friedrich nietzsche

A France Culture tem um programa denominado Le Éloge du Savoir em que difunde conferências sobre os mais variados temas. Ultimamente tem acompanhado um ciclo de conferências na Cité de la Musique denominadas L'Ecoute. Sugiro dois programas cujos arquivos estão disponíveis na web para serem ouvidos.
pedimos desculpa pela interrupção: o site segue dentro de momentos
appa writes on 26.May.05 at 18h00
gota num balde

Às vezes acontece que o que não planeamos acaba por acontecer, e o que planeamos acaba por não acontecer. É esta imprevisibilidade que torna a vida saborosa. Sucede que não planeei este interregno de mais de um mês nos meus escritos aqui. Hélas: está feito. E o que não tem remédio, remediado está. Desinteressa-me elaborar sobre o que foi e ainda mais sobre que poderia ter sido. Interessa elaborar sobre o que é, e também algo sobre o que vai ser. Adiante.

O perusio.com fez um aninho em 16 de Maio. Não houve festa de aniversário. Mas vai haver uma série de coisas que o assinalam.
ricercare & sinfonietta de lisboa na sociedade de geografia de lisboa: amador ma non troppo & chover no molhado
appa writes on 17.Apr.05 at 12h37
noah's ark by daziel

Assisti a um bom concerto na passada sexta-feira, dia 15 de Abril na Sociedade de Geografia de Lisboa. Na primeira parte o Coro Ricercare teve uma muito boa prestação ao interpretar música de compositores portugueses contemporâneos sobre música tradicional Açoriana.
grupo de música contemporânea de lisboa no ccb: saber nadar
appa writes on 10.Apr.05 at 14h50
salmon swimming up river

Assisti o passado Domingo dia 3 de Abril a um muito bom concerto pelo Grupo de Música Contemporânea de Lisboa (GMCL). O programa apresentado foi:
silencio: no hay banda
appa writes on 03.Apr.05 at 14h04
no hay banda

Um díptero da espécie musca domestica fez-me chegar ao ouvido um zumzum a propósito de um concerto que não houve em Mafra.

Era para haver um concerto em Mafra pela Orquestra Metropolitana de Lisboa. Sucede que a orquestra conseguiu um contrato em que está especificada uma cláusula térmica. Isto é, a menos que a temperatura no local onde o concerto vai decorrer seja igual ou superior a 16 ° Celsius, o concerto não se realiza.

Ora sucede que no dia 19 de Março, a OML enviou uma equipa "científica" de medição de temperatura ao local onde o concerto se deveria realizar: na basílica de Mafra.
susana duarte & nuno vieira de almeida no são luiz: syrinx
appa writes on 29.Mar.05 at 22h48
Assisti a um muito bom concerto pela soprano Susana Duarte acompanhada pelo pianista Nuno Vieira de Almeida na passada terça-feira 22 de Março.

O programa interpretado consistiu em canções de Debussy e Hugo Wolf, detalhadamente:
first page
previous page
1 2 3 4 5 6 7 8 9 ...
next page
last page